21.8.06

Insone


Hoje a noite eu não estou conseguindo dormir...
Não é tristeza, nem alegria, nem gripe e tampouco alergia.
Hoje a noite eu fritei na cama, bebi água, deitei na cama.
Bebi água de novo, fritei um ovo.
Hoje a noite eu não estou conseguindo dormir.
Não ouvi música, quase não fumei...
Não brinquei no dicionário.
Não li poesia
Hoje eu perdi o sono, perdi como se perde uma vaga lembrança.
Perdi o sono de tanta esperança.


Alyne Costa
Brumado, agosto de 2006

Um comentário:

.:LH:. disse...

Poxa, bem legais suas poesias. Vi um comentário seu no meu blog esses dias. Muito prazer.